.

Mercado

Tesla busca fonte ética de cobalto, em acordo com a Glencore

Publicado

em

Tesla Model S na estrada

Gigante procura fornecedor de cobalto que respeite direitos humanos

Em acordo com a Glencore, a gigante Tesla buscará suprimento de cobalto, na mão do nome que se estabelece no topo da mineração de metal de todo o planeta, com o objetivo de não ter maiores problemas posteriores na sua reserva do elemento que é utilizado na construção das baterias dos veículos.
Esse acordo será de auxílio para a Tesla, que assim, poderá crescer a sua reserva de cobalto e destiná-lo para as suas instalações em território alemão e russo, afirmou uma fonte que preferiu não se identificar.

Ainda que encontrar cobalto da Tesla em abundância no mercado ainda não seja um problema para a empresa, é bem provável que esse cenário mude, quando considerado que a empresa está em crescimento no território oriental e europeu, o que poderá ser um motivo impactante na demanda pelo importante elemento. Nos três últimos anos o preço do cobalto dispararam, por conta de um consenso a respeito de uma futura escassez do material.

Por conta disso, Elon Musk, CEO da Tesla, resolveu amenizar o uso do metal na fabricação das unidades da empresa, no entanto, a notícia de que a Tesla está prestes a firmar um acordo com a Glencore aponta para uma trégua na busca por independência da fábrica. Isso porque, tudo indica que os próximos modelos utilizarão o cobalto da Tesla em suas respectivas baterias, o que justificaria um reforço no estoque de cobalto de até 6 mil toneladas do material.

Considerando uma fabricação de até três mil veículos por semana, na China, a Tesla necessitaria de 1,2 mil toneladas do metal, a cada doze meses. Enquanto isso, a fábrica instalada no entorno de Berlim consegue fabricar até 500 mil unidades no mesmo período, quando estiver em atividade.

Lateral branca do Tesla Model S na pista

Tesla Model (lateral), divulgação.

É inegável que a Glencore ocupa uma estada de privilégio no mercado do cobalto e que, como dito, em 2017 e no ano seguinte, o preço do material havia decolado. No entanto, é válido apontar que a partir do segundo semestre de 2018 a elevada oferta do elemento fez com que o valor acabasse despencando. Com isso, vários contratos da Glencore acabaram sendo postos em cheque, inclusive unidades de mineração, tiveram de ser fechadas por um tempo determinado, para manutenções.

Mineração humana

Essa tendência no mercado, inclusive, poderia explicar parte significativa da motivação da fábrica para o fechar de um acordo com a fabricante, a fim de fornecer estoque de cobalto da Tesla. Principalmente, quando considerado que essa aliança tem como finalidade a busca por uma fonte limpa do metal. Já que, ao menos, um terço de toda a mineração mundial provém da República do Congo, país africano localizado que tem Brazzaville como capital, onde não raro, as minas são estabelecidas de maneiras impróprias, o que resulta em acidentes, mortes e violações de direitos humanos dos trabalhadores.

Cena do filme Diamante de Sangue lançado em 2007

Pescador Solomon Vandy de Diamante de Sangue, reprodução.

Vale lembrar que empresas como Apple e Google foram processadas por famílias do Congo, no ano passado, pela morte ou aleijamento de crianças por atuação na mineração desse metal. Parte desse drama já foi exposto nos cinemas em Diamante de Sangue (2006), de Edward Zwick, estrelado por Djimon Hounsou e Leonardo DiCaprio, onde a relação dos metais preciosos na África e o ceifar de vidas humanas são abordados sob uma perspectiva épica.

Sim, é inegável a relação dos automóveis elétricos com o cobalto, tanto quanto, a sangrenta mineração de coltan para a fabricação de smartphones e demais aparelhos. Assim, a Tesla busca, na parceria com a Glencore, uma forma de garantir um estoque a longo prazo, para a produção de seus modelos, ao mesmo tempo, em que se esquiva das fontes antiéticas de cobalto.

Fontes: Forbes Noticias de Mineração

 

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque