.

Híbrido

Novo Honda Fit híbrido chega na Europa por R$ 130 mil

Publicado

em

Frontal do novo Honda Fit

Fit investe diversos recursos, tais como a e-CVT

Começa a chegar na no continente europeu os novos Honda Fit, os veículos que foram divulgados no final do ano passado, no Japão. Presentes em duas possibilidades, Jazz e Crosstar, os carros em modelo híbrido estão sendo comercializados na Europa por um valor primário de mais de 21 mil euros, que em conversão direta corresponde a em torno de R$ 130 mil.

O Honda Fit, que já é uma das linhas preferidas dos fãs da montadora, chega agora com uma nova proposta de visual. Na parte externa do veículo podem ser percebidos faróis pronunciados de LEDs. Além disso é possível perceber que as linhas da parte de fora dessa nova versão foram repaginadas para um aspecto mais sóbrio que a versão anterior.

O veículo híbrido, que tem como um dos pontos fortes o teto solar escuro e a característica clara de um carro compacto, o que pode ser ideal para aqueles que procuram um carro de porte menor, sem dispensar o estilo proveniente do teto solar.

O veículo é dotado do recurso dos veículos híbridos elétricos, e-HEV, onde um sistema de um motor de gasolina de 1.5 litro e dois motores elétricos conseguem alocar o trabalhador de maneira específica para promover um melhor aproveitamento da potência do veículo nos eixos. Para tanto, o Honda Fit possui o sistema de Transmissão Continuamente Variável (e-CVT), por meio do qual a transmissão permanece sempre utilizando o melhor do motor, utilizando como referencial a pressão realizada contra o pedal de aceleração.

Um benefício atrelado à presença desse sistema está o fato que mais combustível será economizado, atingindo, alcançando uma média de consumo de 22,2 km/l. uma vez que o motor estará sempre trabalhando em sua melhor performance, independente de qual velocidade o veículo estiver em funcionamento, dessa forma, há uma inteligente distribuição da potência de 109cv.

Com esse conjunto de motores, esse carro consegue fazer de 0 a 100 km/h, em apenas 9,4 segundos. Além disso o Honda Fit consegue atingir uma velocidade máxima de 175 km/h.

Outra característica dos motores desse carro se refere às possibilidades de atuação, que são 3, ao total. São esses: Modo Híbrido, quando o motor por combustão é responsável por fornecer energia para o gerador elétrico; EV, quando a bateria ampara o motor elétrico e Modo Motor, quando a gasolina é utilizada para movimentar o veículo.

Dessa forma, o Honda Fit tem grandes chances de agradar um vasto público, tendo em vista que mostra-se disponível para diversas situações diferentes. Por exemplo, em um momento em que somente o combustível fóssil estiver ao alcance do motorista, não haverão maiores problemas para a condução do veículo.

Mais segurança no novo Honda Fit

Para aqueles que priorizam segurança, encontrarão no Honda Fit uma série de funcionalidades que possuem a finalidade de fornecerem uma condução com menor probabilidade de acidentes. Dentre esses se encontram:

  • sistema que tem o objetivo de prevenir que colisões
  • assistente de permanência em faixa
  • reconhecimento de sinais de trânsito
  • controle de cruzeiro adaptativo
  • alerta de pontos cegos

Além disso, para possíveis situações de colisão, o Honda Fit é dotado de incríveis dez airbags e demais funcionalidades voltadas para garantir uma experiência tranquila na direção.

Volante do novo Honda Fit

Volante e painel do Honda Fit, divulgação.

Preços e disponibilidade

O novo Honda Fit já se encontra em vendas no continente europeu, com um valor de € 21.9 mil, o que em uma conversão livre representa R$ 130 mil. No entanto, esse valor pode subir, quando considerada a versão de primeira faixa € 24.8 (R$ 147.2 mil) e Crosstar de € 26.4 mil (R$ 156.7 mil).

Quanto a sua chegada no Brasil, essa permanece incerta, tendo em vista que, ainda que a patente do Crosstar já esteja registrada em território nacional, não houve nenhum pronunciamento oficial a respeito de quando será o lançamento do Honda Fit no país.

Fonte: The Car HP

 

 

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque