.

Elétrico

Novo Opel Mokka-e chega com 136 cv e 322 km de autonomia

Publicado

em

Opel Mokka-e em abastecimento

Mokka-e surge com baterias de 50 kWh

Após um grande suspense, o novo Opel Mokka-e 2021 foram divulgados pela Opel, sob o título de Mokka-e, um utilitário esportivo elétrico, que impressiona por um dos fatores que são decisivos no julgamento do público a respeito de um SUV que tem o motor nessa modalidade: a sua autonomia. Há também o uso de um recurso de ilusão ótica no exterior, esse que acaba disfarçando o real porte desse carro, que nessa geração chega ligeiramente menor do que a anterior.

  • Bateria: 50 kWh
  • Autonomia: 322 Km (WLTP)
  • Carregamento a 100 kW: meia hora (até 80%)
  • Potência do motor: 100 kW/136 cv
  • Torque total: 26,5 kgfm
  • Velocidade alcançada: 150 km/h

As baterias de íons de lítio do Mokka-e são de 50 kWh, que podem ser encontradas debaixo do piso do veículo e na região média do túnel. Essas são responsáveis por fornecer energia para o motor de 100 kW/136 cv e 26,5 kgfm de torque. Com esse conjunto, o SUV consegue atingir 150 km/h, no entanto, é necessário ressaltar que esse limite é imposto por ação eletrônica.

O Worldwide Harmonised Light Vehicles Test Procedure (WLTP), padrão responsável por apontar a emissão de poluentes afirmou que o veículo consegue autonomia de 322 km. O carregamento de 100 kW, que é o limite para o Opel Mokka-e, o carregamento zerado até 80% pode ser realizado em somente meia hora.

Opel Mokka-e verde em perspectiva lateral

Novo Opel Mokka-e (lateral), divulgação.

Por ser integralmente elétrico, o carro passa a ser uma alternativa para o mercado europeu, uma vez que o Velho Continente trava uma luta contra as emissões de poluentes, dentre esses, o dióxido de carbono que tem alto impacto ambiental, criando uma barreira que impede a saída de calor da atmosfera. Por conta disso, cada veículo só poderá emitir 95 gramas de CO2 por quilômetro percorrido, o que contribui para impulsionar as vendas dos elétricos, uma vez que esses não emitem o gás, ainda que a produção de sua bateria e carregamento contínuo sejam capazes disso.

Esse veículo tem um recurso especial que permite que o fornecimento de energia dado pela bateria seja utilizada de forma mais eficiente pelo condutor. Isso porque o recurso possibilita que, em determinada situação, a energia favoreça uma maior potência, enquanto que em outro modo, proporcione maior duração de autonomia. Diante dessas possibilidades, além do Normal, os modos se dividem em: Eco ou Sport.

Há uma clara evolução no interior do novo Opel Mokka-e 2021, que aposta na elegância do menos é mais, com um design que não é apenas simples, mas dotada de um charme minimalista em tons escuros. Nesse veículo é possível encontrar recursos como display touch de dez polegadas para os recursos de entretenimento e quadro digital de doze polegadas para acesso a funcionalidades.

Novo Opel Mokka-e painel interior

Interior minimalista do Opel Mokka-e, divulgação.

Não é possível afirmar que esse o novo Opel Mokka-e 2021 chega com o mesmo tamanho que a versão anterior, isso por conta da mudança de plataforma. No entanto, por mais que esse tamanho tenha sido reduzido em quase 13 cm, a distância entre ambos os eixos não foi afetada, permanecendo em pouco mais de 2,5 metros, culminando em um tamanho total de exatos 4,15 m.

A permanência da impressão de um veículo igualmente grande pode ser explicada pela frontal colérica e laterais lisas, que acabam por esticar um pouco mais, a visão do espectador.

Fonte: Opel 

 

 

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque