.

Mercado

Subaru BRZ e GT86 não serão mais fabricados

Publicado

em

Subaru BRZ e GT86 não serão mais fabricados

Fim de linha para dois grandes esportivos

Em 2012, era concretizado um projeto criado pela Subaru em conjunto com a Toyota, o Subaru BRZ parente próximo do GT86, mas, como uma famosa poetisa afirmou “tudo acaba…”. Assim, parece que chegou a vez do cupê que chegou ao Brasil, não em linha de produção, mas em algumas unidades esporádicas, dar o seu tchau. A fabricante, por meio de seu portal virtual oficial, revela que não estará aceitando mais nenhum pedido para o veículo.

Por meio de uma postagem, foi revelado pela fabricante que o Subaru BRZ estava, como um moribundo, em seus últimos dias de vida. Também é revelado que, por mais que não haja mais nenhum movimento de produção para atender à grande demanda, ainda serão aceitos pedidos em estoques de concessionários.

Vale lembrar que a mesma coisa ocorre com o Toyota GT86, esse que também só estará disponível para aquisição enquanto durar o estoque encontrado em pontos diferentes do mundo. No entanto, esse não é o fim da linha (propriamente dito) para o Subaru BRZ e o seu irmão GT86, isso porque, da mesma maneira como já era notório o fim da produção dessa geração dos cupês, também é esperada a vinda de novas versões.

No final do terceiro trimestre do ano passado, havia sido revelado por ambas as fabricantes que uma nova geração era certa, o que não surpreende ninguém, considerando que ambos os cupês são aclamados pelos amantes do esportivo. As informações a respeito de como a nova geração de ambos os veículos chegará ao comércio não são conhecidas.

Subaru BRZ e GT86 não serão mais fabricados 3

Subaru BRZ (lateral), divulgação.

Porém, é sabido que é buscada uma experiência ainda melhor para a direção do veículo, sendo que o mesmo já é conhecido por proporcionar capacidade de curvas incríveis. Em suma, a ambição da Toyota com o GT86 é de bater o Supra com essa nova geração.

A chegada das novas unidades é aguardada para 2021, então, os ventos já cantam que elas chegarão dotadas de um propulsor 2.4 turbo produzido pela Subaru com capacidade superior a 255 cavalos. Enquanto o seu nome na Toyota deve ser GR86, a versão da Subaru ainda não teve o título estimado, mas é sabido que ambas as unidades serão construídas sobre a base modular TNGA.

Por fim, a Toyota promete utilizar de forma eficiente as críticas direcionadas à geração que é descontinuada, para que, dessa maneira, possa consertar os erros encontrados e trazer melhorias para as unidades que serão lançadas.

A parceria entre a Toyota e a Subaru parece ter sido uma verdadeira “mão na roda”, já que possibilitou o desenvolvimento de um esportivo que não pode ser considerado popular, a começar por seu preço de mercado que gira em torno de R$ 140 mil. Dessa maneira, a união entre ambas japonesas viabilizou a produção de um carro consideravelmente caro e que, ao mesmo tempo, tem uma tiragem pequena.

Subaru BRZ e GT86 não serão mais fabricados 2

Subaru BRZ (traseira), divulgação.

Essa estratégia pode ser encontrada na própria atuação de mercado da Subaru, que consegue equilibrar as baixas vendas com a boa fama. No ano passado, foi fabricante que menos vendeu dentre as associadas à Associação Nacional das Fabricantes de Veículos Automotores com menos de 590 unidades emplacadas. Mas, ainda assim, tem o seu espaço reservado no mercado, sendo sempre motivos de elogios pelos entusiastas daquela que nada contra a corrente.

Fonte: Driving

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Publicidade

Destaque