.

Lançamentos

Volkswagen Tarok estima chegada nos EUA

Publicado

em

Volkswagen Tarok estima chegada nos EUA

Picape estaria das abstrações para o concreto da realidade

Há dois anos, no Salão do Automóvel de São Paulo, foi apresentado o Volkswagen Tarok, um conceito de picape que estaria pronto para bater de frente com a Fiat Toro. No entanto, o tempo foi passando e nada do veículo caminhar, então a coisa ficou tão fria que o CEO da fabricante no continente latino-americano, Pablo Do Si, chegou a declarar que a VW Tarok havia sido posta de escanteio, para o desânimo daqueles que esperavam por um modelo abaixo da Amarok, mas com o pique competitivo.

Porém, se você pensou que essa novela havia tido um ponto final, está enganado, pois uma recente declaração aponta para o interesse vivo da Volkswagen no lançamento da picape. Agora, quem está com o microfone é o diretor executivo norte-americano, Scott Keogh, afirmando que a empresa segue atenta ao deslocamento da concorrência e estima a forma de introduzir a Volkswagen Tarok como sequência da VW Caddy.

Por meio de falas concedidas aos nossos colegas do Autoline, o CEO tratou a respeito do mercado das picapes monobloco que está se desenvolvendo a passos largos. Ele comenta que a Volkswagen percebe a movimentação de fabricantes como a Ford e Hyundai para a criação de picapes compactas, mas que a sua aposta seria em um carro com na pegada Volkswagen, englobando o visual, conjunto de recursos, preços competitivos e uma boa dose de ânimo.

Volkswagen Tarok estima chegada nos EUA 2

VW Tarok (acima), divulgação.

Quando Keogh cita a Ford, se refere ao empenho da norte-americana no desenvolvimento da Maverick, essa que já foi vista em análises, com chegada definida logo para o ano que vem, englobando tanto o mercado dos Estados Unidos, quanto o nacional. Já quando diz respeito à Hyundai, trata da picape desenvolvida com inspiração no conceito Tucson, que há cinco anos foi apresentado, mas que agora se concretiza enquanto a famigerada Santa Cruz.

Assim como a FCA, por meio da RAM, a Volkswagen não vê com bons olhos o investimento no lançamento de uma picape 100% elétrica. Porém, enquanto a Fiat encara o segmento como inexistente, a fabricante em questão encara um espaço mínimo no mercado que se tornará ainda mais acirrado no ano que vem, com a chegada de modelos como a Ford F-150.

Por essa razão, destina o seu ânimo para a versão convencional, que se estabelece em um setor inferior, com a chance de conquistar uma nova leva da demanda que busca por uma picape compacta. É notável também a economia que surge da decisão de apostar em um veículo menor, do que em um de grande porte, como o elétrico Chevrolet Silverado.

Volkswagen Tarok estima chegada nos EUA 3

Volkswagen Tarok (traseira), divulgação.

Outro fator que contribui para esse investimento diz respeito ao fato que a plataforma qual o Volkswagen Tarok é construído é a MQB, que possibilita uma manipulação muito mais fácil, dessa maneira, não é custoso modelar a aparência do veículo para aquela que os americanos estão acostumados.

Se o veículo realmente for parar na linha de produção, tenha certeza de que não será por agora, isso porque Pablo revelou que todos os novos empreendimentos da fabricante precisaram ser reavaliados.

Fonte: Autoline

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque