.

Ford

Ford F-250 brasileira em versão sedan deixa gringos assustados

Publicado

em

Lateral da F-250 em versão sedan

Tropical Cabines ainda causa polêmica com sua Ford Super Duty em versão sedan

Todos os setores brasileiros possuem como principal característica a diversidade, como a arte, culinária e o próprio povo. Não haveria de ser diferente com o mercado automobilístico, já que, onde há variedade de gostos, a demanda também seguirá a mesma tendência.

Como uma grande demonstração, podemos destacar os veículos comercializados há duas décadas atrás e que agora estão escandalizando os gringos. Estamos falando dos produtos derivados da reação entre a montadora de picapes Tropical Cabines e as bases das famosas Ford F-250 Super Duty.

Os famosos Tropiclassics chegaram em 2001, como sedans ousados montados sobre a base da F-250, após essas picapes serem desmontadas e transformadas em cabines. Então, puderam ser modificadas para se adequarem às carrocerias dos sedans nacionais.

Parte de dentro da F-250

Interior da F-250 sedan, divulgação.

Em uma matéria recente do portal The Drive, é narrada a impressão de desgosto experimentada pelo designer industrial Peter Holderith, que faz parte da equipe do site. Essa é uma clara demonstração de como esses veículos híbridos ainda causam bastante polêmica nos dias de hoje.

O porquê de uma picape-sedan

É compreensível que se pergunte qual seria a razão de realizar uma adaptação dessa natureza. A resposta, simples e clara, já foi mencionada. Exatamente, nada mais do que a demanda. Há uma paixão inexplicável.

Isso porque, a mistura entre um sedan e um SUV tende a não proporcionar a melhor das experiências, seria como selecionar os aspectos negativos de cada uma das realidades e sintetizá-las em um único veículo.

Frontal-lateral do no F-250

F-250 sedan (frente), divulgação.

Assim estaria explicado o fato de não haverem fabricantes que produzissem essas unidades híbridas. Mas, como havia quem procurasse por essas unidades, o próprio mercado acabou acionando os modificadores, como a Tropical Cabines.

A extensão por parte dessas modificações pode ser demostrado por dois fatores preponderantes:

O primeiro fator diz respeito aos altos números de vendas alcançados pela Ford, com o Super Duty. Tanto é que o mercado norte-americano não experimentou a chegada de duas versões de motores turbodiesel que estiveram presentes no Brasil.

Destaque para a Motoren Werke Mannheim (MWM), uma empresa brasileira que compõe a Navistar, essa que foi responsável por produzir parte dos motores presentes nas versões nacionais.

Em seguida, cabe apontar que não somente o Super Duty foi “beneficiado” com uma versão sedan. Longe disso, essa tendência se espalhou para picapes de outras marcas famosas.

Parte interior da F-250 Super Duty sedan

Bancos da F-250, divulgação.

Assim, para o desespero dos gringos puristas que recentemente ficaram aterrorizados com as modificações realizadas pela Tropical. A modificadora estendeu suas modificações até fabricantes como a Chevrolet, chegando a picapes como a S10 e Silverado.

A Tropical hoje em dia

Por mais que a expansão das atividades da Tropical tenha sido realmente grande, esse amplo catálogo se cambaleou até 2015. Nesse ano, a modificadora optou por deixar o seu campo de ação mais enxuto, afim de concentrar suas atividades.

Hoje em dia, os negócios da Tropical se direcionam basicamente aos Ford alongados, para os ricões orientais, deixando para trás o negócio das picapes-sedans.

Atualmente, o portal da Tropical está em reparos. Ainda assim, a página em questão aponta para os contatos quais os interessados poderão conversar diretamente com os responsáveis pela modificadora.

Fonte: The Drive

 

 

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Publicidade

Destaque