.

Chevrolet

General Motors investirá R$ 10 bilhões em unidades paulistas

Publicado

em

Onix em perspectiva lateral-frontal

GM se tornará maior investidora no Brasil em 10 anos

A Chevrolet conseguiu atingir o posto de vendas no ano que passou. Nesta terça (05), o presidente da GM América do Sul, Carlos Zarlenga, assentiu que as iniciativas suspensas, em razão das dificuldades enfrentadas, serão retomadas.

As aplicações em questão já haviam recebido sinal verde, no entanto, o cenário brasileiro não se mostrou como favorável para tamanhos investimentos.

Com a cabeça no lugar, a GM preferiu optar pelo “menos é mais” e, mesmo assim saiu como a fabricante mais bem sucedida do ano, com quase 389 mil unidades comercializadas.

Já era esperado que o Chevrolet Onix continuasse na liderança, como ocorreu no ano antecessor. O hatch vendeu 135.369 unidades em 2020, batendo a Hyundai HB20 em 48.862 unidades a mais.

Parte de dentro do Onix

Interior do Onix, divulgação.

Apesar disso, é preciso pontuar que, em comparação com o ano de 2019, o Onix vendeu quase 106 mil unidades a menos. Essa queda vertiginosa aponta para um cenário inóspito, motivo da GM ter poupado seus investimentos.

Agora, em um cenário que se mostra em recuperação gradativa, a fabricante confirma que os seus projetos para o ano passado não serão descartados.

A GM confirmou que irá desprender a quantia de R$ 10 bilhões para a concretização das plantas de São José dos Campos e São Caetano do Sul, ambos municípios de São Paulo.

Para a unidade de São Caetano, a GM tem a intenção de investir esforços e recursos no time que está ganhando. Lá, produzirá mais carros sobre a plataforma VSS-F, a mesma responsável por sustentar o carro mais vendido do ano. A plataforma também está presente nas versões Onix Plus e Tracker.

Painel do Chevrolet Onix

Central de multimídia, divulgação.

Em declarações, a GM confirmou que produziria novos modelos. E, com base em algumas necessidades emergenciais da fabricante, mediante o seu catálogo atual, é possível inferir algumas dessas novidades. Dentre essas está a grande probabilidade de que a Chevrolet Spin receba uma sucessora, já que soma mais de oito anos de presença no mercado. Como o segmento das minivans estão perdendo espaço, é esperado que uma versão SUV seja apresentada.

O Jeep Compass vendeu pouco menos de 53 mil unidades em 2020, por conta disso ainda incomoda a GM que não possui um rival direto. Assim, como o Trailblazer oriental não será uma opção, é possível que um modelo específico para o mercado brasileiro seja desenvolvido.

Recursos tecnológicos

A declaração de Zarlenga também mencionou que esse investimento terá o intuito de garantir para GM uma mais presença em recursos. A assistente pessoal OnStar, capaz de realizar inúmeras tarefas, como abrir as portas do carro pelo smartphone e monitorar remotamente o carro.

Também é válido mencionar o Wi-Fi nativo, que chegou aos solos brasileiros pela própria GM. O recurso confere ao carro um sinal próprio de internet, capaz de fornecer até 7 acessos ao mesmo tempo, a uma distância de até 15 m.

Lateral-traseira do Onix na estrada

Onix na pista, divulgação.

Com os investimentos de R$ 13 bilhões, esse novo montante passa a representar muito para a GM no mercado brasileiro. Isso porque, após essas iniciativas econômicas, a fabricante se torna a maior investidora em um intervalo de 10 anos.

Fotos: Divulgação/General Motors

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque