.

Avaliações

Novo Nissan Versa Exclusive 2021: veja a avaliação do sedan compacto

Publicado

em

Nissan Versa na estrada

Olhar Automotivo – Notícias Automotivas – O Nissan Versa sedan compacto é o carro mais recente da marca que chega totalmente repaginado. Hoje analisaremos a versão Exclusive, que diz respeito à versão mais completa de todas.

Como a versão topo de linha, o Nissan Versa concorre na categoria de sedans compactos sim ele tem como principais concorrentes alguns modelos já bem conhecidos.

Como por exemplo o Chevrolet Onix Plus também pode ser mencionado o Fiat Cronos e a HB20S, bem como demais carros presentes no mercado. No entanto, é bem verdade que a Nissan deu uma repaginada bem legal no novo Versa.

Novo Nissan Versa Exclusive

É válido pontuar que esse carro não é produzido no Brasil, mas vem do México para o mercado nacional. Realidade diferente do antigo Versa que era fabricado em Porto Real no Rio de Janeiro.

Porém, é notório que a fabricante não quis inovar. Isso porque utiliza uma produção tradicional, uma vez que esse carro continua sendo montado na plataforma “V”. Essa é a mesma plataforma do antigo March Versa, bem como a presente no Kicks.

A iluminação dos faróis apresenta farol alto farol baixo e a guia da lanterna iluminados em LED. Porém, a Nissan deixou de lado um importante fator, a luz de rodagem diurna.

Esse é um componente de suma importância para a segurança. E, caso você não ligue o farol na estrada, não será multado quando o carro tem o componente. Apesar disso, esse farol continua tendo a luz de pisca do tipo incandescente.

O sistema de alerta de colisão frontal com frenagem automática poderia ser citado como um diferencial do Versa, no entanto, vale citar que essa não é uma total exclusividade do modelo.

Versa Exclusive em sua lateral

Versa Exclusive na pista, divulgação.

Na traseira, atrás do símbolo da Nissan tem um radar frontal que mede a distância em relação ao veículo da frente e caso esse se aproxime demais ele te dá um alerta lá dentro, pré-condicionando os freios tentando reduzir ou até mesmo evitar completamente a colisão.

Esse mesmo sistema esteve presente no Nissan Qix na versão SL, mas como um pacote de opcional. Outro equipamento, que é exclusividade dentre os sedans compactos, e que também veio do Nissan kicks, é o sistema de câmera 360 graus.

Dessa forma, esse carro tem 4 câmeras. São uma na frente, duas nas laterais (sobre os espelhos) e um atrás. Esse conjunto é muito útil nas situações de manobra, favorecendo uma visão em 360º.

Os concorrentes não oferecem, mas não seria correto afirmar que essa seria uma tecnologia completamente nova, uma vez que também esteve presente no Nissan Qix.

Novo Nissan Versa: motor

O motor do novo Versa não é estranho no mercado nacional, pois estava presente no Qix, o March, o Versa 1.6. E até mesmo carros da Renault, como o Duster.

Novo Versa em perspectiva traseira

Traseira do Versa, divulgação.

A motorização apresenta um motor 4 cilindros aspirado, sistema de injeção em direto, 1.6 16 válvulas. O código dele é o hr16de. Conta com comando variável apenas da admissão e o acionamento do comando é feito por corrente.

No Versa ele tem potência máxima de 114 cavalos, tanto na gasolina como no etanol, com torque de até 15,5 kgfm. Também pode ser mencionada a transmissão continuamente variável transmissão (CVT). No entanto, há o diferencial do recurso ser responsável pela simulação e quando você acelera com mais intensidade.

É fato que muitos esperavam um motor turbo para o novo Versa, porém, é possível mencionar alguns novos fatores na motorização.

Como a direção com assistência elétrica e o fato do motor não possuir aquele tanquinho de gasolina para partida. Isso porque ele faz o pré-aquecimento do combustível quando abastecido com 100 % etanol e a temperatura está baixa.

Painel do Versa em velocidade

Odômetro do Versa, divulgação.

Ainda que muitas pessoas critiquem a Nissan, pela fabricante ter utilizado um motor relativamente antigo e ainda estar usando o motor aspirado no carro mais novo, a gente tem que falar algumas coisas que são verdades.

Como por exemplo, este tipo de motor sofre menos com combustível ruim em comparação, por exemplo, a um motor turbo com injeção direta, já que esse tipo de motor sofre muito mais combustível ruim.

Outro detalhe, também, no caso de uma troca de óleo não tão correta, ou seja quando o período da troca de óleo é esticado, esse motor também é um pouquinho mais permissivo, quando comparado com um motor turbo.

Novo Nissan Versa: lateral

Na lateral, têm várias coisas que a gente pode destacar. Podemos começar pelas rodas e pneus. As rodas aro 17″, os pneus largura 205 (perfil 50), o que dá um ajuste um pouquinho mais esportivo.

Lado do novo Nissan Versa

Lateral do Versa, divulgação.

Esse carro tem freio a disco na dianteira e tambor na traseira, já a suspensão é independente na frente, do tipo mcpherson, e atrás semi-independente, eixo de torção. Outro ponto que pode ser destacado é o endereço de 2 e 62, o que é uma medida muito boa.

Outros itens que valem ser mencionados: sistema de chave presencial para entrar no carro e o repetidor de seta incorporado no espelho lateral.

O visual do Versa é indiscutível, sendo as lanternas traseiras consideradas as mais bonitas da categoria sedan compacto. Porém, a Nissan esqueceu de colocar elementos importantes, como por exemplo a iluminação em LED. Na traseira tudo incandescente convencional.

Mas de toda a maneiras tem coisas legais atrás. São quatro sensores de estacionamento e também tem a câmera que faz parte do sistema 360.

Versa em perspectiva traseira

Versa em rota, divulgação.

Novo Nissan Versa: porta-malas

O porta-malas do Versa tem duas formas de ser aberto, você pode usar a chave de telecomando ou até mesmo um botão na tampa abaixo do símbolo. É preciso destacar esse botão porque existem modelos que não oferecem botão na tampa.

De toda a forma, o botão da chave é pressionado o porta-malas destranca, mas ele não tem uma mola que abre completamente. Para isso, é necessário completar manualmente.

O acabamento da traseira é mais ou menos parecido com que é visto  na categoria, a dobradiça do tipo pescoço de ganso que invade o porta-malas. É claro que falta em um acabamento mais primoroso, mas isso é normal de todos os sedans compactos.

O porta-malas é espaçoso, são 482 litros, não é o maior do segmento mas também não é o mais apertada. Dessa forma, é possível afirmar que o Versa possui um espaço considerável.

O polêmico estepe temporário marca presença e pelo fato do espaço no porta-malas não ser pequeno, restam apenas as considerações sobres os pontos negativos dessa opção.

Bagageiro do Versa aberto

Porta-malas do Versa, divulgação.

Isso porque, em uma situação de necessidade, o estepe temporário irá limitar o carro a apenas 80 km, além de modificar a experiência da direção. Ou seja, uma economia infeliz.

Novo Nissan Versa: parte de dentro

No banco traseiro do Versa há um espaço muito bom, o banco dianteiro ajustado de forma confortável para o motorista de 1,80 m, são mais de um palmo de espaço entre o joelho do passageiro e o encosto. A movimentação de pesca é bastante generosa, melhor até do que em alguns sedans médios.

Na porta tem espaço, porém será preciso escolher se você vai colocar uma lata ou outros objetos, já que as duas coisas juntas não é possível. A alça de segurança do teto, porém nós não há o ganchinho para eventualmente pendurar um cabide.

A iluminação traseira dedicada não tem, tem a luz central, que você até consegue acessar. Mas, aí você pode acabar incomodando o motorista se tiver eles estiver dirigindo e você tiver que acender a luz.

Bancos traseiros do Versa

Assentos traseiros do Versa, divulgação.

O console não tem saída de ar condicionado para o banco traseiro e nem tomada dedicada, mas duas portas USBs compartilhada entre o passageiro da frente e a pessoa que vai atrás. Também há outro porta objetos igualmente compartilhado.

Um diferencial do Versa, e que nem sempre é encontrado em um carro dessa categoria, é o descansa-braços com dois porta-latas. Entã, é possível concluir que o Versa, em comparação com os demais sedãs compactos, possui alguns recursos bem interessantes.

O passageiro da frente será premiado com alguns detalhes importantes, como, por exemplo, a qualidade de acabamento. O painel do Versa é suave ao toque e o plástico duro presente na parte superior e inferior, é de alta qualidade.

Fica claro que cada pequeno espaço foi pensado pela equipe de design do Versa, já que até mesmo a saída do ar tem um acabamento em prata fosco, ou seja, tem um trabalho bem feito.

Versa Exclusive apresenta confortável espaço para passageiros

Interior do Versa Exclusive, divulgação.

Quando o porta-luvas é aberto, ainda que a tampa bata no joelho, é possível observar um porta-luva de espaço bastante amplo.

O banco conta com um bom acabamento, esse em dois tons. A versão padrão é clara com detalhes escuros, no entanto, se você quiser dar para inverter, mantendo a costura clara.

Por essas razões é possível afirmar sem medo de errar que o Versa manda muito bem quando o assunto é acabamento, sobretudo para a sua categoria de sedan compacto.

Novo Nissan Versa: recursos

A central multimídia encontrada no Versa Exclusive é um misto de duas centrais vistas no Qix, mas não chega a ser igual a central vista no Qix SL. Porque aquela central tinha um aplicativo, o Nissan Multiapp, onde o usuário poderia baixar apps na central.

Parte interior do novo Versa

Painel do Versa, divulgação.

Essa versão não tem mais isso, porém essa central multimídia tem GPS embarcado, mas a organização de menus e a forma de funcionamento é muito parecida com as outras centrais que equipam o Qix, não a versão SL.

Com o GPS embarcado, nas situações em que você está em locais que é difícil usar o smartphone, com conexão para você poder usar o Waze ou até mesmo Maps, ter um GPS embarcado faz uma grande diferença.

A central apresenta os botões de acesso direta, com o diferencial nessa versão exclusiva de que o botão câmera, que quando você aperta, a câmera de ré e a câmera 360 graus são exibidas. Então, quando você aperta novamente ele põe a câmera de ré e a câmera do lado direito, para você ver o alinhamento da guia.

No menu principal, há um botão para controlar rapidamente o brilho, o que é de muita utilidade. Já que quando o motorista está na estrada à noite e pretende realizar uma mudança nessa configuração, tem a sua disposição um acesso rápido.

Controlador de temperatura do sedan

Controle de temperatura do Versa, divulgação.

Também há um botão para o acesso direto às funções de áudio e o outro de retornar. Além disso, na tela home, via touch screen, há a possibilidade de acessar os recursos de forma direta. A central também mantém a conexão wi-fi, por meio dela, inclusive, é possível realizar atualizações no mapa.

Há a presença de uma porta USB, além de uma entrada P2, para conexão de áudio. A integração com Apple CarPlay e Android Auto permanece, no entanto, essa só é possível por meio de cabo. O interessante é que você pode, ao mesmo tempo, utilizar tanto o mapa do Waze, quanto o da central, alternando entre ambos a qualquer momento.

São seis airbags, programa de estabilidade eletrônico, alerta de colisão frontal com sistema de frenagem automático e também faróis com iluminação em LED.

Apesar de tudo, essa central pode ser considerada básica, uma vez que dispensa a presença de recursos mais avançados e optando pelo que já é encontrado no mercado.

Smartphone conectado ao sistema Apple CarPlay

Versa com Apple CarPlay, divulgação.

Antes da direção, os cintos e volante permitem ajustes, o que naturalmente proporciona maior conforto para o motorista. Quanto a esse último, é consideravelmente leve e possui botões do lado esquerdo. Esses para interação com o computador de bordo. E, do lado direito o sistema de controle de cruzeiro.

Quando em movimento com o tachão, a suspensão é bem consistente, com bom isolamento acústico, enquanto que na lombada, não há nenhum barulho no carro, isso a pouco mais de 29 km/h. A Nissan fez um bom trabalho quanto a suspensão, sem batidas ou raspagens.

A linha de guia, em conjunto com câmera 360 facilitam bastante a manobragem, no entanto, é preciso pontuar que o Versa acaba tomando um pouco a mais de espaço do que o necessário.

Do Versa é possível destacar a suspensão, o isolamento acústico e graças a essas câmeras 360 volante com assistência elétrica, fica bastante fácil manobrar o carro no dia a dia.

Novo Versa realizando manobragem

Novo Versa em manobra, divulgação.

Com o CVT, o carro consegue apresentar um conjunto harmonioso, mas não há como fazer velocidade em relação com a rotação, já que o giro está atrelado diretamente à atuação atual do carro. A simulação de marchas proporcionada pelo sistema não é tão rápida, mas é preciso levar em conta a categoria em que o Versa se encaixa.

São três modos de programação no câmbio, sendo a Drive, a normal. Quando um botão escondido atrás da alavanca é apertado, o modo Sport passa a ser ativado, trazendo uma programação mais esportiva no câmbio.

Já, quando puxa a alavanca para trás na posição, o carro fica com um giro mais alto ainda, na configuração L, indicado para subir uma ladeira muito íngreme.

Nos testes de aceleração, na posição Sport, o carro tem uma boa saída para um carro dessa categoria, mesmo o motor sendo aspirado. Com o alerta de colisão frontal, em uma situação de aceleração perigosa, o painel pisca e avisa sobre a batida.

Versa Exclusive realizando curva

Versa Exclusive na pista, divulgação.

A depender da velocidade em que o motorista esteja, o sistema também pré-condiciona os freios, afim de tentar evitar a colisão. Também há a presença do alerta de ponto cego, onde um LED acende no espelho toda vez que tem um veículo na região fora do alcance.

Se o motorista der seta para realizar uma conversão que poderá terminar em colisão, será avisado por meio de um alerta no painel e um aviso sonoro.

Novo Nissan Versa: custos

Quando falamos em custo de seguro, a melhor condição aponta para R$ 2 mil (pagamentos anuais) e R$ 2,3 mil, em relação à franquia. Vale lembrar que o seguro diz mais ao proprietário, por essa razão, o perfil do mesmo pode interferir no valor pago.

As revisões são feitas a cada 10.000 km ou a cada um ano, o que ocorrer primeiro. Confira a seguir uma tabela que expressa essa relação:

Quilômetros rodadosPreço de revisão
10.000 kmR$ 413
20.000 kmR$ 613
30.000 kmR$ 413
40.000 kmR$ 613
50.000 kmR$ 413
60.000 kmR$ 613
TOTALR$ 3.078

No total, o motorista paga R$ 3.078 reais, esse é um dos menores valores da categoria sedan compacto.

Porém, é preciso considerar que a revisão obrigatória são aqueles itens preconizados pela fábrica e itens de desgaste. Por conta disso, palhetas do limpador de para-brisa ou ainda pneus, não estão inclusos nesse valor.

O Nissan Versan tem o preço público sugerido em dezembro do ano passado em R$ 94.790.

Nissan Versa estacionado

Versa Exclusive (lateral-frontal), divulgação.

Considerando os valores dos concorrentes diretos, os recursos que estão disponíveis no novo Versa e o trabalho de acabamento apresentado, o preço apresentado não parece tão caro.

Fonte: Nissan

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Publicidade

Destaque