.

Mercado

PlayStation, iPhone e Galaxy Note afetam produção de carros

Publicado

em

Ford Touran na estrada

A fabricação de carros está sendo diminuída por causa de eletrônicos, sejam eles smartphones, como o Apple iPhone, ou mesmo consoles, como o Sony PlayStation. Essa relação negativa para o mercado de carros está sendo mais forte em países europeus, dentre os quais se destaca as fabricantes alemãs.

Os eletrônicos, a princípio, não demonstram nenhuma relação com a produção de carros. No entanto, uma análise cuidadosa aponta para um componente que está diretamente ligado entre ambos os produtos, os chips de computador.

Processadores e semicondutores que podem ser encontrados nos carros não diferem de forma significativa daqueles que estão presentes nos smartphones e demais aparelhos. Dessa forma, como há uma imensa demanda por esses produtos acaba que uma escassez para a fabricação dos carros se torna inevitável.

Essa relação é ainda mais intensificada, quando considerado que os smartphones possuem um preço significativamente inferior aos carros e, por isso, são adquiridos em maior volume. Por conta disso, a fabricação desses veículos estão sofrendo atrasos, quando não são suspensas.

Acontece que as produtoras desses chips acabam considerando mais as fábricas de eletrônicos, já que encomendam em maior número e conseguem coçar o bolso com maior severidade. Com a situação de pandemia, foi inevitável que essas fabricantes comprassem em quantidade ainda maior, o que agravou a condição da produção carros.

Confira também:

A disponibilidade dos chips no mercado norte-americano também foi influenciada pelas ações protecionistas adotadas pelo país. Com essas medidas, fábricas chineses sofreram embargo, sendo que algumas delas representavam grandes fornecedoras de chips para o comércio dos EUA.

Como grande consequência, houve um aumento nos preços dos carros e grande dor de cabeça para as fabricantes, que não conseguiram lidar com a escassez dos chips. Das grandes fabricantes, como a Volkswagen e Ford, somente a BMW não expressou nenhuma alteração em sua fabricação.

Fonte: DW

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque