.

Elétrico

Carro sem volante da Volkswagen sairá de fábrica alemã

Publicado

em

Carro sem volante

Não é de agora que a Volkswagen pretende lançar um carro sem volante, inovação que, até então, foi testada somente através do ID Vizzion, uma versão elétrica do Passat, que aposta na modernização dos recursos.

A Volkswagen caiu de cabeça no processo de eletrificação de sua frota, dessa maneira, lança o Trinity, um projeto que visa promover mudanças severas no modo de pensar os carros produzidos. Assim, os conceitos norteadores da fabricação futurista de automóveis parecerá tangível e muito mais próximo do agora.

Ralf Brandstatter, presidente da Volkswagen, foi o responsável por divulgar a novidade. Ele pensa o Trinity como a maior aposta da fabricante, quando o assunto é inovar, trazendo um carro de assento plano e design único.

O projeto Artemis da Audi será a grande inspiração para esse carro, com o diferencial de que a redução de custos será um fator muito expressivo nesse lançamento. Quando o assunto é inovação na construção, o carro sem volante da Volkswagen é ousado ao apresentar uma base próxima ao chão e larga, ao mesmo tempo.

Nesses aspectos é perfeitamente possível lembrar da MEB, muito embora esse carro contará com uma base mais evoluída, que poderia ser descrita como uma versão mais aprimorada da plataforma citada.

A fabricação do carro sem volante da Volkswagen acontecerá em Wolfsburg, cidade alemã. De lá sairão 300 mil unidades anuais do Trinity, sendo que fábrica possui capacidade total de 700 mil unidades no mesmo intervalo.

O Trinity não será simplesmente um carro sem volante, mas uma leitura daquilo que será o futuro dos carros, por isso investe pesado em recursos de integração com a Internet das Coisas e demais redes. Em relação à condução autônoma o carro contará com a de nível 4.

Com esse nível de condução autônoma, o Trinity poderá dirigir sozinho, o que dispensa a atividade do motorista, muito embora hajam informações sobre a possibilidade de um modo secundário, onde o condutor poderia dirigir em certas situações.

Fonte: Greg Kable

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque