.

Crossover

Novo Ford Mustang Mach-E contará com fabricação na China

Publicado

em

Mustang Mach E na pista

O Ford Mustang Mach-E recebeu sua versão chinesa, porém, em concordância com o que ocorreu para os demais modelos da fabricante, não houveram alterações significativas. Para não dizer que a versão é idêntica, as proporções apresentadas nesse modelo diferem do modelo norte-americano.

A produtora chinesa do Mustang Mach-E não é estranha para os brasileiros, já que a Changan-Ford é responsável pelo Territory que chega ao mercado nacional.

Dessa maneira, o crossover elétrico da Ford tem uma intenção bem clara ao se apresentar a um mercado bastante competitivo, onde podem ser encontrados diversos modelos do mesmo segmento.

Mach E lateral

Mach E (lateral), divulgação.

VEJA MAIS: 

+ Ford Equator pode chegar ao mercado brasileiro

+ Oferta da Ford é rejeitada por revendedores que pedem R$ 1,5 bilhão

+ Ford Ranger MS-RT vem com perfil esportivo e com apelo off-road

O Mach-E pretende bater de frente com os seus rivais no mercado asiático, por lá encontrará, o Tesla Model Y, que será um concorrente direto para o compacto. Até então, o modelo contava apenas com fabricação mexicana, mas agora, com a fabricação chinesa, apresentará autonomia de 600 km mediante o NEDC, que equivale a 100 km a menos no ciclo WLTP.

Com esse diferencial, a nova versão do Mach-E consegue apresentar baterias de lítio mais baratas e eficientes do que as que eram encontradas na produção mexicana. Apesar disso, a potência dessas baterias não foi divulgada pela Ford, mas é esperado que 22 kWh a mais estejam presentes, sendo que o modelo americano contava com 88 kWh.

Interior do Mach E

Painel do Mach E, divulgação.

A potência do motor também não é sabida, seguindo como um mistério, até então. Na versão GT, o Mach-E alcança cem quilômetros de velocidade em somente três segundos.

Quando considerada as proporções do Mach-E produzido na China, é possível concluir que, apesar de surgir maior do que a versão americana, não é uma mudança muito grande ao ponto de ser notada. São 4,739 m de comprimento (antes 4,721 m), 1,623 m de altura (antes 1,600 m) e 2,972 m (antes 2,984 m).

Traseira do Mach E

Mach E (traseira), divulgação.

O Mach-E chegará com uma bela relação de recursos tecnológicos que prometem facilitar a vida do motorista, sendo que, dentre esses, podem ser destacados:

  • Ford Co-Pilot 360
  • SYNC+
  • tecnologia V2I
  • pacote completo de assistência ao condutor
  • Over The Air (OTA)

Por mais que a Ford tenha deixado a fabricação nacional, é a chegada do Mustang Mach-E é esperada para o mercado brasileiro, ainda que exista um receio de que, futuramente, a assistência da fabricante seja deixada de lado no país.

Fonte: Ford

+ posts

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.

Destaque