Honda City 2021 na estrada
Honda City 2021 (lateral), divulgação.

Sedan estreia ligeiramente menor do que a versão que chegará ao Brasil

O novo Honda City 2021 não chegou a todos os mercados internacionais de uma só vez, como é comum nos lançamentos dos veículos, esse processo se dá de maneira gradual, onde cada vez mais a presença do veículo se expande nos diversos países.

Após a sua primeira aparição que se deu em território tailandês, local de origem, o carro está prestes a estrear na Índia, no começo do segundo semestre, por conta disso, alguns dados a esse respeito foram revelados, fornecendo uma visão mais ampla a respeito desse veículo na edição que chegará ao país. Dentre as novidades está o fato que o veículo será dotado de um motor 1.5 novinho de 121 cv, o mesmo que poderá estar presente na edição que chegará para o mercado nacional.

Porém, não se recomenda que sejam esperadas grandes novidades no veículo que chegará ao Brasil, isso porque, ao desconsiderar a mudança que surgirá com o novo motor, o novo Honda City 2021 que chega ao território indiano é praticamente o mesmo que estreou na Tailândia. No entanto, é válido apontar que existem leves mudanças que poderão ser percebidas por uma comparação atenta, sobretudo a respeito das dimensões dos dois veículos, uma vez que o veículo surge com 4,59 m (comprimento) x 1,748m (largura) x 1,489 (altura) x 2,600 m (entre-eixos). O que implica em 109 mm mais comprido, 533 milímetros de mais largura e 6 mm menor do que a versão de estreia.

Além disso, pela própria fabricante que a plataforma não será a mesma, sendo que a nova é mais firme, ao passo que menos pesada, o que demandará um menor trabalho físico para o seu deslocamento, sem deixar de lado a rigidez. Mas, até então, não foram reveladas mais informações a respeito dessa modificação empregada.

O motor desse veículo na Índia será de 1.5 diesel, sofrendo uma melhoria para que não tenha uma ação poluente tão intensa. Essa medida da Honda, surge quando a Índia é um dos países de todo o planeta onde a poluição encontra verdadeiro exemplo, somente no ano passado, 21 das 30 cidades com maior índice de poluição do mundo provinham do país. Sem contar que no final de 2019 foi apontada a emergência de saúde pública, por conta do mesmo problema em Nova Delhi. Por conta disso, essa modificação no motor do veículo, que chega com 100 cv e 20,4 kgfm, contribuirá para a diminuição do impacto no meio ambiente indiano. Enquanto com gasolina consegue alcançar 121 cv e 15,8 kgfm.

Poluição atinge altos níveis em trânsito indiano
Honda City 2021, divulgação.

Demais possibilidades do veículo

Também é válido apontar que o código L15B, referente à gasolina, é uma adaptação da versão turbo presente no Civic Touring, no entanto, há a dispensa da injeção direta. Como resultado, são cinco cavalos a mais que a peça anterior, mas, se a Honda quisesse optar por um carro mais potente, não enfrentaria grandes problemas, já que uma versão com injeção direta do mesmo motor, consegue alcançar 131 cv.

Interior do Honda City 2021 em cor branca
Interior do novo Honda City, divulgação.

A central desse veículo é compatível com Android Auto, Apple CarPlay e Weblink, sendo exibida através de um display de 8 polegadas. Além disso, o Honda Connect pode ser utilizado com o sistema da Amazon Alexa, para que, por meio de comandos voz, sendo possível ativar a operação do motor ou configurar demais funcionalidades do veículo, como o ar.

O novo Honda City 2021 tem previsão de chegar na Índia no começo do segundo semestre, já no Brasil, com fabricação em Itirapina (SP), esse veículo só deverá estar à disposição a partir do ano que vem.

Fontes: Financial Express  Usa Today

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.