Lateral do Skoda Octavia Estate 2.0 TDI
Skoda Octavia Estate 2.0 TDI (lateral-frontal), divulgação.

Motorização do Skoda é a mesma encontrada no SE L First Edition

O Skoda Octavia é um veículo verdadeiramente considerado pela crítica em geral de carros, chegando a ser sempre uma das recomendações quando os jornalistas são questionados a respeito do melhor carro a ser adquirido, considerando o fato que esse modelo consegue combinar características atrativas para todo aquele que procura um bom carro.

Durante um intervalo que deve ser levado em conta, o Octavia vem sendo lembrado por conseguir equilibrar utilidade prática e estilo, sem deixar de lado a sua acessibilidade. Por conta disso, o Skoda já soma em torno de 6,5 milhões de unidades desde a sua chegada há 24 anos.

Há pouco tempo, o veículo da quarta geração chegou em solo britânico, o que foi motivo de movimentação dentre aqueles que esperavam para saber o que poderia vir da nova versão do Octavia. Ainda que esse modelo seja introduzido no mercado com a mesma plataforma MQB que o veículo que o precedeu, tudo indica que a fabricante não deixou de lado todos os elementos que fizeram com que esse carro tivesse tão boa fama.

Essa afirmativa pode ser constatada a partir dos primeiros testes de direção com novo Skoda Octavia Estate 2.0 TDI 2020, que apontam para boa parte dos mesmos elogios comumente atribuídos aos veículos da linha.

As melhorias nessa edição do Octavia dão a entender que a fabricante está buscando incrementar o carro, de modo a aperfeiçoar alguns pontos que deixavam a desejar nas versões anteriores. Isso é constatado em ambas as partes, tanto dentro como fora, onde o esforço da Skoda, de combinar o que deu certo, com novas perspectivas, se torna evidente.

Por conta disso, as mudanças do novo Skoda Octavia Estate 2.0 TDI 2020 são perceptíveis sobretudo quanto à estética do veículo, já que o novo conjunto de faróis buscam dar um ar mais moderno. Assim, sem desprezar a simplicidade da cabine que exibe a tela sensível ao toque de 10 polegadas.

Ainda que existam alguns botões no painel, por meio dos quais se torna possível controlar alguns recursos do Octavia, a tela touch acaba sendo responsável pelo controle da maioria dos elementos do veículo. O que, com certeza, pode ser motivo de divisão de opiniões a respeito, já que, não raro, motoristas preferem os convencionais botões físicos para controlar, por exemplo, o ar condicionado, à tela controladora.

Mais conforto no Octavia

A respeito da acomodação do motorista, tudo indica que o conforto deve ser experienciado ao estar dentro do Octavia, isso porque o espaço para as pernas é amplo o suficiente para que não haja tensão sobre os membros.

No entanto, é válido apontar que há a possibilidade de que, em alguns casos, a cabeça acabe raspando no teto solar facultativo, muito embora não seja considerada a largura do veículo.

Porta-malas do Skoda Octavia Estate 2.0 TDI
Skoda Octavia Estate 2.0 TDI (porta-malas), divulgação.

Sobre a experiência de dirigir, o novo Skoda Octavia Estate 2.0 TDI 2020 segue com a mesma discrição, capaz de proporcionar para o condutor uma visão clara das proximidades frontais do mesmo. As curvas também não devem representar nenhum problema para o veículo estável e aderente à pista, mesmo com uma economia de combustível que não poderia deixar de ser citada. Até então, o motor a diesel de 148bhp que pode ser encontrado nesse veículo só possui correspondência no SE L First Edition.

Por mais que o Ford Focus Estate tenha tudo para permanecer como o favorito dentre ambos os veículos, o Skoda Octavia Estate 2.0 TDI 150 SE L tem seu espaço pelo preço consideravelmente competitivo e a praticidade.

Fonte: Autocar

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.