Volvo intima 2,2 milhões de carros por defeito na segurança do cinto
Recall por problema no cinto da Volvo, divulgação.

Imenso recall é promovido pela Volvo para correção de problema no cinto de segurança

É um consenso geral que o maior esforço da Volvo, nos últimos dez anos, foi na criação de uma trajetória que é lembrada, de forma imediata, por conta do fator segurança. Foram inúmeras iniciativas que surgiram com o objetivo de tornar os veículos produzidos pela fabricante, enquanto os mais confiáveis de todo o mundo. As medidas tomaram tamanha proporção que chegaram até mesmo a serem encaradas como controvérsias, como a tentativa de zerar os acidentes mortais.

Essas iniciativas surgem como uma forma de compensação, após o constatar de que todo o aparato de segurança, como os cintos de segurança de três pontos, que é um marco da Volvo, não são suficientes, quando o fato humano não é considerado. Mediante essa realidade, a fabricante tomou medidas que definiram de vez a proposta de direção segura, mesmo que a custa de outros elementos, como a velocidade.

Na realidade, esse foi um dos fatores mais limitados com essas mudanças da Volvo, sobretudo com a determinação de limitar a velocidade de todos os seus veículos a 180 km/h, já que quando o veículo está em alta velocidade não existem mais ferramentas de segurança capazes de evitar a morte do condutor e passageiros.

Volvo intima 2,2 milhões de carros por defeito na segurança do cinto 2
Teste de impacto da Volvo, divulgação.

Considerando que a Volvo é uma fabricante que tem como prioridade a segurança de seus passageiros, esse é um passo arriscado, mas que não entra em contradição com a sua proposta diante do mercado. A empresa quer ser lembrada pelo quesito segurança, ainda que precise torcer o nariz de parte considerável da demanda, que é amante da velocidade.

Falha no cinto de segurança

A Volvo desenvolveu o seu famoso cinto de segurança de 3 pontos há mais de seis décadas, sendo responsável por uma verdadeira revolução nos modelos dessa ferramenta. Agora, com o recall da Volvo, a mesma entidade promove uma chamada a mais de 2 milhões de veículos em todo o planeta, assim, para reforçar o seu compromisso com a segurança dos seus clientes, ao reconhecer um problema no cabo de aço das unidades dianteiras dos carros.

Volvo intima 2,2 milhões de carros por defeito na segurança do cinto 3
Erro crítico no cinto de segurança Volvo, divulgação.

Apesar dessa medida passar a impressão de um grave problema, a Volvo revela que somente em algumas situações muito atípicas (mas possíveis), se desgastarem, o que acaba comprometendo a ação do recurso. Outro ponto interessante que deve ser mencionado é que, até o presente momento, nenhum acidente motivado pela fragilidade citada.

Dentre os veículos convocados pela Volvo, se encontram:

  • Volvo S60
  • S60L
  • S60CC
  • V60
  • V60CC
  • XC60
  • V70
  • XC70
  • S80
  • S80L

O recall da Volvo engloba os carros chamados foram fabricados no intervalo entre 2006 até o ano passado. Além disso, foi revelado pelo Automotive News que aproximadamente 19% desses unidades que sofrem com esse defeito provém da Suécia, enquanto que 14% dos EUA.

Apesar disso, por conta da ampla chamada realizada pela Volvo, é bem provável que modelos que chegarem ao Brasil também sejam afetados, por mais que, até então, nenhuma convocação tenha sido dirigida para o país.

Volvo intima 2,2 milhões de carros por defeito na segurança do cinto 4
Problema grave em carros da Volvo, divulgação.

Por fim, é possível constatar que o recall da Volvo tem como o seu fator número um a segurança de seus usuários, o que permite uma investimento específico no lançamento de seus produtos, inclusive a viabilidade de tamanha convocação, para a reparação de um item de segurança, ainda que esse tenha sido motivo de consagração.

Fonte: Automotive News Europe

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.