Tesla Model S 2021
Model S, divulgação.

O Tesla Model S 2021 recebeu uma atualização que trouxe muitas novidades para o modelo, dentre as quais se destaca o Plaid+. O pacote impressiona por conta da autonomia conferida ao elétrico, são 840 km, o suficiente para uma viagem intermunicipal de São Paulo até o Rio de Janeiro.

Não apenas isso, mas o proprietário do Model S 2021, com o pacote em questão, conseguirá também retornar da viagem para o ponto de partida e ainda ter quilômetros de autonomia. Para a compra dessa versão do elétrico, será necessário desembolsar quase US$ 133.000 (em torno de R$ 720 mil, em conversão direta).

Ainda que o visual tenha permanecido o mesmo, o sedã lançado há cinco anos já não é mais o mesmo. Foram muitas modificações desde então, que podem passar despercebidas em uma análise exterior do carro, mas quando a parte de dentro do Tesla Model S é colocado a prova, a sua evolução é indiscutível.

Lateral do Model S
Model S Plaid+, divulgação.

+ Tesla está muito perto de valer 1 trilhão de dólares

+ Carros da Tesla poderão ligar para a polícia em situações de emergência

+ Tesla oferta 3 meses grátis de condução FSD totalmente autônoma para 2021

Na tela de 17″ do Model S 2021, a primeira grande mudança chama logo a atenção, já que a própria orientação da tela mudou, agora em formato paisagem. Dessa maneira, a tela parece muito mais harmônica ao conjunto interior, também incluindo plataformas de streaming por assinatura.

O Tesla Model S 2021, em alguns aspectos, passar a experiência para o motorista de estar dirigindo um avião, a começar pelo cluster de dimensões menores e o volante reduzido à metade, muito semelhante a um manche (controlador de avião).

Rodas do Model S
Rodas do Model S, divulgação.

Já, quando o assunto são os botões no painel, a Tesla capricha na modéstia. É tanta simplicidade que pode chegar até mesmo a incomodar quem espera ativar alguma função manualmente. Aqueles que gostarem de um ambiente limpo e minimalista, o Model S agradará.

Para agradar a todos os passageiros, o novo Model S 2021 possui uma tela específica para os passageiros de trás, entre os bancos dianteiros.

Telas do Model S 2021
Model S (telas), divulgação.

Dessa maneira, a impressão passada é de que o sedã quer passar o máximo de conforto, com bancos climatizados, imagens exibidas em alta resolução, processador de dez teraflops capaz de rodar jogos pesados, além de dois carregadores indutivos.

Com teto solar panorâmico e ar trio zone, o Tesla Model S 2021 começa a partir de US$ 72.990 (R$ 395.124) até US$ 140.000 (R$ 757.848), na versão completa, com 1.100 cv de potência, velocidade máxima de 320 km/h e alcançando 96 km/h em somente 1,99 s. A autonomia de 840 km supera o Lucid Air, que havia batido o Model S nesse quesito. 

Tesla Model S traseira
Model S 2021, divulgação.

Fonte: Tesla Car Advice 

 

Jornalista de formação, trabalho em grandes jornais do ramo automotivo. Gosta de games e séries.